Skip links
Avaliação isocinética e biomecânica: importância para corredores

Avaliação isocinética e biomecânica: importância para corredores

A medicina ortopédica diagnóstica está cada vez mais evoluída. Hoje em dia é possível contar com alguns equipamentos e processos que ajudam em todas as etapas dessa área médica. Hoje, vamos apresentar os detalhes sobre a avaliação isocinética e a avaliação biomecânica, destacando a importância para atletas e corredores. 

Esses cuidados, são fundamentais, afinal, evitar lesões é um dos principais desafios e objetivos de ortopedistas, fisioterapeutas e educadores físicos em conjunto com os próprios atletas.

Não é de hoje que reportagens e matérias tentam descobrir os segredos para evitar lesões. Nesse conteúdo, vamos entender todos os detalhes sobre a avaliação isocinética e a avaliação biomecânica, instrumentos que estão se transformando em aliados essenciais para quem possui esse objetivo.  

O que você encontra nesse conteúdo:

  • O que é avaliação isocinética. 
  • Importância da avaliação isocinética.
  • Como a avaliação isocinética é realizada.  
  • O que é avaliação biomecânica. 
  • Como acontece a avaliação .  
  • Importância da avaliação biomecânica. 
  • Quem deve fazer esses exame isocinetica. 

O que é avaliação isocinética?

Quando falamos em avaliação isocinética, estamos falando de um exame computadorizado que oferece uma análise muscular detalhada. 

Esses detalhes envolvem informações sobre possíveis desequilíbrios, desgaste e lesões musculares e são percebidos por meio da quantificação da força, potência e resistência dos músculos. 

Como essa avaliação é realizada?

A avaliação isocinética é realizada por meio de um aparelho chamado Dinamômetro Isocinético Computadorizado. 

Esse equipamento é responsável por registrar a ação e o esforço realizado em um determinado movimento, entendendo o trabalho dos músculos e o movimento articular. A partir desse registro, são gerados dados números e gráficos sobre déficits e desequilíbrios.  

Na prática, as articulações de joelho, quadril, tornozelos, punho, cotovelo e ombro são as que mais se beneficiam desse exame. Essas articulações os músculos dessas áreas são expostos a sobrecarga de forma dinâmica até a capacidade máxima, gerando dados sobre a resistência do corpo durante a ação. 

Qual a importância para corredores e atletas?

A avaliação isocinética é importante para corredores e atletas por ser a forma mais eficiente de examinar detalhadamente a função e o desempenho dos músculos de uma maneira segura e confiável. 

Além de ser utilizado como uma fonte muito confiável para quem vai realizar um procedimento cirúrgico ou mesmo em um momento de recuperação, teste isocinético também é importante para evitar lesões e para o fortalecimento muscular. 

Para corredores e atletas, esse exame isocinetica entra na lista dos procedimentos necessários para ter uma rotina de combate de lesões. Sabemos que esses problemas acometem boa parte de atletas, profissionais, amadores e iniciantes, por isso, exames como esses são fundamentais. 

Ortopedistas, fisioterapeutas e educadores físicos se beneficiam desses resultados. A partir desses dados é possível prescrever exercícios mais específicos para a demanda muscular de cada pessoa, fortalecendo e evitando lesões. 

Indicações

Abaixo, listamos as principais indicações para realização da avaliação isocinética. Confira:

  • Avaliação antes e depois de um procedimento cirúrgico. 
  • Avaliação para planejamento e preparação de uma série de exercícios físicos, sobretudo quando há um foco em trabalho muscular específico.  
  • Avaliação do equilíbrio muscular entre os membros;
  • Avaliação do equilíbrio muscular entre agonistas e antagonistas;
  • Quando é necessário melhorar o desempenho mcular. 
  • Para prevenção de lesões, sobretudo em pessoas que possuem um histórico de lesões musculares.

O que é avaliação biomecânica?

Da mesma forma da avaliação isocinética, a avaliação biomecânica é realizada a partir de uma tecnologia que permite a análise das respostas corporais a alguns movimentos, sobretudo aqueles frequentes em uma rotina de treinos ou prática esportiva. 

Ao realizar uma avaliação biomecânica, algumas metodologias podem ser utilizadas para análise. Abaixo, vamos explicar as 4 principais:

  1. Eletromiografia: trata-se da análise a partir de um estímulo externo ao corpo. Normalmente são utilizados alguns tipos de contatos elétricos para entender a resposta da contração muscular nesse momento. 
  2. Cinematria: como o próprio nome indica, essa análise leva como base imagens e filmagens realizadas durante a execução de um determinado movimento. Velocidade de reação do músculo, posicionamento de membros, postura correta e força são alguns elementos que podem ser analisados a partir desse exame. 
  3. Antropometria: essa metodologia de análise é focada em entender a anatomia do movimento. Dessa forma, questões como a distribuição do peso durante a ação, as formas musculares e das articulações e mesmo as dimensões são focos de análise.
  4. Dinamometria: por fim, a última metodologia de análise está focada em questões envolvendo o dinamismo do movimento. Isso quer dizer que olhando para parâmetros de força e alcance é possível obter alguns resultados. 

Indicações da avaliação biomecânica

De uma forma geral, podemos apontar 3 principais indicações para a realização da avaliação biomecânica:

  1. Quando há o desejo de entender se há algum déficit musculoesquelético relevante, fator que pode ser importante para evitar lesões futuras. 
  2. Quando é necessário entender sobre a natureza de uma determinada dor que normalmente aparece durante um movimento ou prática de atividade física. 
  3. Para processos de recuperação, reabilitação e volta aos treinos. Nesse caso, o resultado da avaliação é fundamental para identificar o melhor momento para voltar à prática de atividade física de forma realmente segura.

Qual a importância da avaliação isocinética e biomecânica para corredores e atletas?

Em atletas, e os corredores estão nesse grupo, as lesões esportivas normalmente são classificadas em dois tipos.

As lesões crônicas são aquelas que ocorrem devido aos movimentos intensos e repetitivos. Na maioria das vezes, as dores são sentidas em momentos específicos e não acompanham o atleta o tempo todo. No entanto, podem desenvolver e impedir a prática. 

Por outro lado, existem lesões agudas. Essas são causadas por episódios isolados, que podem ser quedas, impactos, torções, entre outros. 

Ao realizar a avaliação isocinética e a avaliação biomecânica o esportista passa a contar com dados precisos sobre os movimentos executados durante essa atividade. Dessa forma, os dados ajudam tanto na rotina necessária para evitar lesões agudas, quanto na recuperação e no fortalecimento para evitar lesões crônicas durante essa prática. 

Portanto, essas avaliações são formas pouco invasivas e eficientes para que corredores e atletas, sejam amadores, profissionais ou iniciantes tenham uma rotina sem a presença de lesões ou mesmo mais saudável e próspera.

Quem pode realizar a avaliação isocinética e avaliação biomecânica?

Ao contrário do que muita gente pensa, tanto a avaliação isocinética quanto a avaliação biomecânica podem realizar esses exames, inclusive são processos indicados para esportistas de todos os níveis. 

Como falamos, por meio dessas avaliações é possível estabelecer ações para evitar lesões e ainda ter mais qualidade de vida na prática de atividade físicas, mesmo em exercícios para iniciantes. 

Portanto, mesmo para atletas amadores, esses exames são sempre indicados. Entender com detalhes como o músculo responde aos movimentos, é algo essencial para definir os níveis de esforços e também para evitar lesões. 

Avaliação isocinética onde fazer?

avaliação isocinética onde fazer

Sabemos que as lesões são as principais responsáveis por fazer com que atletas se afastem de treinos. Por meio da avaliação isocinética e avaliação biomecânica é possível ter uma visão completa sobre a capacidade de execução desses movimentos. 

Aqui na Vicci, você encontra tudo que precisa para ter um tratamento adequado ou mesmo para evitar lesões. Além da avaliação isocinética e avaliação biomecânica você vai ver que existem outras formas de alcançar esse objetivo.

Entre em contato agora mesmo e agende seu horário.

Leave a comment