Skip links
É por isso que você sente seu ombro estalando

Ombro estalando e doendo e ombro estalando sem dor: o que é?

Você já sentiu ou ouviu o estalido no ombro ao realizar certos movimentos? Esse fenômeno, conhecido como ombro estalando, pode ser desconfortável e até mesmo preocupante. Neste conteúdo, vamos explorar as possíveis causas do ombro estalando, como identificar se é o ombro estalando ou outra dor, opções de tratamento, cuidados preventivos e possíveis remédios caseiros.

O que é o ombro estalando?

O ombro estalando é um fenômeno em que ocorre um som de estalo ou estalido ao mover o ombro. Pode ser acompanhado por sensações como crepitação no ombro ou sensação de deslocamento. Geralmente, o estalido é resultado de alterações nos tecidos da articulação do ombro, como tendões, ligamentos e cápsula articular.

Quais são as causas mais comuns de ombro estalando?

As causas mais comuns do ombro estalando incluem:

  • Tendinite: A inflamação dos tendões do ombro pode causar atrito durante os movimentos, resultando em estalidos.
  • Instabilidade do ombro: A instabilidade ocorre quando a articulação do ombro é mais solta do que o normal, permitindo que a cabeça do úmero se mova para fora da cavidade glenoidal, gerando estalidos.
  • Síndrome do impacto: Quando há um espaço reduzido entre a cabeça do úmero e o acrômio (osso na parte superior do ombro), ocorre o impacto durante certos movimentos, causando estalidos e desconforto.
  • Lesões do manguito rotador: Lesões no manguito rotador, um grupo de músculos e tendões que estabilizam o ombro, podem contribuir para o estalido.

Ombro estalando sem dor

O ombro estalando ao movimentar, também conhecido como crepitação articular, é um fenômeno comum que pode ter diversas causas, geralmente benignas e sem necessidade de tratamento.

O som de estalo é causado pelo atrito entre as estruturas da articulação do ombro, como tendões, ligamentos, cápsula articular e líquido sinovial, durante o movimento.

Algumas das causas mais comuns de estalo no ombro sem dor:

  • Cavitação: Pequenas bolhas de gás se formam no líquido sinovial e estouram quando o ombro se move, causando o estalo. É comum e geralmente indolor.
  • Crepitação fisiológica: Atrito normal entre os tendões, ligamentos ou cápsula articular durante o movimento. Pode ser mais frequente em pessoas com histórico de lesões ou artrose, mas geralmente não é motivo de preocupação.
  • Movimentos bruscos: Movimentos bruscos do ombro podem causar o estalo devido ao rápido estiramento e contração das estruturas articulares.
  • Mudanças na postura: Manter a postura inadequada por longos períodos pode levar ao desalinhamento da articulação do ombro, causando estalos durante o movimento.
  • Frouxidão articular: Pessoas com articulações naturalmente mais frouxas podem ter maior propensão a estalos, sem necessariamente indicar problemas.

O que fazer se sentir estalo no ombro sem dor:

  • Observar os sintomas: Se o estalo for frequente, intenso ou acompanhado de outros sintomas como dor, inchaço, fraqueza muscular ou limitação de movimento, é importante consultar um médico ou fisioterapeuta.
  • Manter uma boa postura: Adote uma postura correta para evitar o desalinhamento da articulação do ombro e reduzir o risco de estalos.
  • Evitar movimentos bruscos: Evite movimentos bruscos do ombro, especialmente se sentir estalos ou desconforto.
  • Aquecer os músculos antes da atividade física: Alongar e aquecer os músculos antes da atividade física ajuda a preparar a articulação para o movimento e reduzir o risco de lesões.
  • Fortalecer os músculos do ombro: Fortalecer os músculos do ombro com exercícios específicos pode ajudar a estabilizar a articulação e reduzir o risco de estalos.

Lembre-se:

  • O estalo no ombro sem dor geralmente é benigno e não requer tratamento.
  • Se o estalo for frequente, intenso ou acompanhado de outros sintomas, consulte um profissional de saúde.
  • Adotar hábitos saudáveis como boa postura, atividade física regular e alongamentos pode ajudar a prevenir o estalo no ombro e promover a saúde articular.

Ombro estalando e doendo

Sentir o ombro estalando e dor diariamente pode impactar sua qualidade de vida. O estalo no ombro acompanhado de dor pode ter diversas causas, desde as mais simples e benignas até as mais complexas e que exigem atenção médica.

Algumas das causas mais comuns:

1. Causas fisiológicas:

  • Cavitação: Pequenas bolhas de gás se formam no líquido sinovial da articulação, estourando quando o ombro se move, causando o estalo. É comum e geralmente indolor.
  • Crepitação: Atrito entre os tendões, ligamentos ou cápsula articular durante o movimento, causando um som de estalo ou rangido. Pode ser acompanhada de leve dor e ser mais frequente em pessoas com histórico de lesões ou artrose.

2. Causas patológicas:

  • Instabilidade articular: Ombro frouxo ou com histórico de luxações, causando estalos e dor devido ao movimento anormal dos ossos.
    Imagem de Instabilidade articular no ombro
  • Síndrome do impacto: Tendões do manguito rotador se comprimem entre o úmero e a acrômio, causando dor e estalos durante movimentos como elevar o braço.
    Imagem de Síndrome do impacto no ombro
  • Bursite subacromial: Inflamação da bolsa sinovial entre o tendão do supraespinhal e a acrômio, causando dor, estalos e limitação de movimento.
    Imagem de Bursite subacromial no ombro
  • Artrose: Desgaste da cartilagem articular, causando dor, estalos, rigidez e diminuição da amplitude de movimento.
    Imagem de Artrose no ombro
  • Tendinite: Inflamação dos tendões, geralmente do manguito rotador, causando dor, estalos e fraqueza muscular.
    Imagem de Tendinite no ombro
  • Lesão do labrum: O labrum é uma cartilagem que reveste a borda do glenóide ( cavidade óssea do ombro), e sua lesão pode causar dor, estalos e instabilidade.
    Imagem de Lesão do labrum no ombro
  • Fratura: Fratura de um dos ossos do ombro (úmero, clavícula ou escápula) pode causar dor intensa, estalos e deformidade.
    Imagem de Fratura no ombro

O que fazer se sentir o ombro doendo e estalando:

  • Consultar um médico ou fisioterapeuta: É fundamental consultar um profissional para identificar a causa do problema e receber o tratamento adequado.
  • Evitar atividades que causem dor: Evite movimentos que causem dor no ombro até que a causa seja identificada e tratada.
  • Aplicar gelo: Aplique compressas de gelo no ombro por 15-20 minutos, algumas vezes ao dia, para reduzir a dor e inflamação.
  • Tomar medicamentos: Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos pelo médico para aliviar a dor e inflamação.
  • Fisioterapia: A fisioterapia é essencial para fortalecer os músculos do ombro, melhorar a amplitude de movimento e reduzir o risco de novas lesões.

Lembre-se:

  • O diagnóstico preciso da causa do estalo e dor no ombro é fundamental para receber o tratamento adequado.
  • O autotratamento pode ser perigoso e atrasar a recuperação.
  • Consulte um profissional de saúde o mais rápido possível se sentir estalo e dor no ombro.

Como identificar se é o ombro estalando é grave?

Para identificar se é o ombro estalando é algo mais grave é importante prestar atenção aos sintomas associados. O estalido por si só geralmente não é doloroso, mas se estiver acompanhado de dor, limitação de movimento, inchaço ou sensação de travamento, é recomendado buscar avaliação médica para um diagnóstico preciso.

O que pode ser feito para tratar o ombro estalando?

Fisioterapia:

A fisioterapia desempenha um papel fundamental no tratamento do ombro estalando. O fisioterapeuta irá avaliar a causa subjacente do estalido e desenvolver um programa de exercícios específicos para fortalecer os músculos ao redor do ombro, melhorar a estabilidade articular e reduzir o estalido. Além disso, técnicas de mobilização e alongamento podem ser utilizadas para melhorar a amplitude de movimento e reduzir a rigidez.

Fortalecimento muscular:

O fortalecimento dos músculos ao redor do ombro é essencial para estabilizar a articulação e reduzir o estalido. Exercícios que visam fortalecer os músculos do manguito rotador e os músculos estabilizadores do ombro podem ser prescritos pelo fisioterapeuta. É importante realizar os exercícios corretamente e de forma progressiva, sob a orientação de um profissional.

Conheça O truque para fortalecer os músculos do ombro

Alongamento:

Alongamentos adequados podem ajudar a melhorar a flexibilidade dos músculos e tecidos ao redor do ombro, reduzindo a tensão e melhorando a amplitude de movimento. O fisioterapeuta pode ensinar técnicas de alongamento específicas para o ombro estalando, levando em consideração a causa subjacente do problema.

Modificação de atividades:

Em alguns casos, é necessário modificar ou evitar certas atividades que podem desencadear o estalido no ombro. Isso pode envolver evitar movimentos repetitivos, levantamento de peso excessivo ou posições que causem desconforto. O fisioterapeuta pode orientar sobre como adaptar as atividades diárias para reduzir o estresse sobre o ombro.

Medicação:

Em alguns casos, medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos para aliviar a dor e a inflamação associadas ao ombro estalando. No entanto, é importante lembrar que a medicação por si só não trata a causa subjacente do problema e deve ser utilizada como parte de um plano de tratamento abrangente.

É fundamental consultar um fisioterapeuta ou médico especializado para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado ao seu caso específico. Cada pessoa é única e o tratamento do ombro estalando pode variar dependendo da causa subjacente, gravidade dos sintomas e histórico médico. O acompanhamento profissional garantirá a abordagem mais eficaz e segura para o seu caso.

O que acontece se nada for feito para tratar o ombro estalando?

Se o ombro estalando não for tratado, pode haver um aumento do desconforto e da limitação de movimento. Além disso, condições subjacentes podem progredir e levar a complicações mais graves. Portanto, é importante buscar avaliação médica e iniciar o tratamento adequado.

Existem alguns remédios caseiros?

Além das opções de tratamento mencionadas, alguns remédios caseiros podem proporcionar alívio temporário, como a aplicação de compressas quentes ou frias, uso de bolsas de gelo, repouso e a prática de exercícios de relaxamento.

Leia mais a fundo sobre: Como fazer compressa quente e fria e para quê serve

Quais cuidados podem prevenir a dor nos ombros?

Para prevenir a dor nos ombros, é importante adotar alguns cuidados:

  • Manter uma postura correta: Uma postura adequada ajuda a distribuir o peso do corpo de forma equilibrada, reduzindo o estresse sobre os ombros.
  • Fortalecer a musculatura: Exercícios de fortalecimento dos músculos do ombro podem melhorar a estabilidade e prevenir lesões.
  • Alongar regularmente: Alongamentos adequados podem ajudar a manter a flexibilidade e reduzir a tensão muscular nos ombros.

Conclusão:

O estalido no ombro pode ser um sintoma preocupante, mas na maioria dos casos, pode ser tratado com sucesso através de medidas conservadoras, como fisioterapia, exercícios de fortalecimento e cuidados preventivos. Caso você esteja sofrendo com o estalido no ombro, é recomendado buscar a avaliação de um profissional de saúde qualificado para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado às suas necessidades individuais.

Se estiver sentindo algum sintoma que seja semelhante com estalido no ombro, saiba que aqui na Clínica Vicci em BH, temos uma equipe de especialistas que podem te ajudar a cuidar desse problema e o tratamento que oferecemos é especial em relação a  conforto, atenciosidade e atendimento humanizado aos nossos pacientes. Não perca a oportunidade de cuidar melhor de sua saúde e agende sua avaliação.

Entre em contato!

Leave a comment