Skip links
Cuidados com coração

A importância de cuidar do coração: Confira dicas essenciais!

A importância de cuidar do coração deve estar presente desde a juventude e continuar por toda a vida. Contudo, nunca é tarde para fazer mudanças no estilo de vida que poderão melhorar a saúde do seu coração.

O coração é o principal órgão do corpo humano, e as doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte atualmente.

No mundo, aproximadamente dezoito milhões de pessoas morrem anualmente devido a doenças cardiovasculares. Do mesmo modo, no Brasil, ocorrem aproximadamente quatrocentos mil óbitos por ano. Isso representa mais de mil mortes por dia. E, enfim, o mais importante, 50% dessas mortes são evitáveis.

Portanto, manter o coração saudável é fundamental para uma boa saúde em geral.

Nosso coração possui a função essencial de manter o corpo em funcionamento. Ele faz isso através do bombeamento do sangue pelo sistema circulatório. O lado direito do coração manda o sangue para os pulmões, onde ocorre a troca gasosa. Consequentemente, esse sangue é preenchido com oxigênio e devolvido ao lado esquerdo que, simultaneamente, envia esse sangue rico em oxigênio para as artérias. Desse modo, o sangue nutre os órgãos e tecidos do corpo, enquanto remove o excesso de resíduos.

Qual a importância do coração?

O coração é um órgão vital e desempenha um papel fundamental no funcionamento do corpo humano. Sua principal função é bombear o sangue rico em oxigênio para todos os tecidos e órgãos do corpo, garantindo que recebam os nutrientes e o oxigênio necessários para funcionar adequadamente.

A importância do coração pode ser destacada nos seguintes aspectos:

  • Circulação sanguínea: O coração é responsável por bombear o sangue, transportando oxigênio e nutrientes para todas as partes do corpo e removendo os resíduos metabólicos. Isso garante que todas as células do corpo recebam o suprimento necessário para realizar suas funções vitais.
  • Oxigenação: O coração ajuda a garantir que o oxigênio seja entregue aos pulmões para a oxigenação do sangue e, em seguida, bombeado para as células do corpo. O oxigênio é essencial para a produção de energia nas células e para a sobrevivência dos tecidos.
  • Remoção de resíduos: O coração também coleta o sangue rico em dióxido de carbono e outros resíduos metabólicos dos tecidos e órgãos e o transporta de volta aos pulmões e aos rins para eliminar esses resíduos do corpo.
  • Regulação da pressão arterial: O coração ajuda a regular a pressão arterial ao bombear o sangue através das artérias. A pressão arterial adequada é importante para o funcionamento saudável dos órgãos e para a prevenção de problemas cardiovasculares.
  • Manutenção do equilíbrio eletrolítico: O coração desempenha um papel na regulação do equilíbrio eletrolítico do corpo, ajudando a controlar a concentração de íons, como sódio, potássio e cálcio, no sangue. Esse equilíbrio é essencial para a função adequada dos sistemas nervoso e muscular.
  • Transporte hormonal: O coração também desempenha um papel no transporte de hormônios, substâncias químicas que regulam diversas funções do corpo. Ele distribui os hormônios produzidos por várias glândulas para os tecidos-alvo onde eles exercem seus efeitos.

Devido à sua importância vital, problemas no funcionamento do coração podem levar a uma série de condições médicas, como doenças cardíacas, insuficiência cardíaca, hipertensão e arritmias. Portanto, cuidar da saúde do coração é essencial para manter o bem-estar e a qualidade de vida.

Doenças Cardiovasculares

Algumas das principais doenças cardiovasculares são, por exemplo, hipertensão arterial, dislipidemia (alterações do colesterol) e doença arterial coronariana. Da mesma forma, também são frequentes tanto alterações nas válvulas quanto arritmias.

Cuidar do coração é, enfim, a melhor maneira de prevenir o desenvolvimento dessas doenças.

Como fazer isso? É essencial ter hábitos saudáveis de vida para ter um coração saudável.

Boa Alimentação

Uma boa alimentação, composta de carnes magras, peixes, frutas, vegetais, legumes e alimentos ricos em fibras, reflete positivamente no bem-estar tanto do coração quanto do corpo em geral. E pode, também, trazer benefícios em longo prazo, aumentando a qualidade e a sobrevida.

Não podemos esquecer que, à medida que os anos passam, ocorre uma redução da massa muscular e da massa óssea – e nosso metabolismo parece desacelerar. Portanto, manter uma dieta balanceada desde cedo ajuda na manutenção do peso e, consequentemente, reduz o risco de algumas doenças cardíacas.

Atividade Física

Praticar atividade física regularmente é outro hábito de grande importância para se cuidar do coração. Ao nos mantermos ativos enquanto envelhecemos, nós mantemos tanto nosso coração quanto nosso corpo mais fortes e saudáveis.

Exercícios regulares trazem vários benefícios, como, por exemplo, fortalecer os músculos, melhorar a mobilidade, assim como evitar o excesso de peso, e tudo isso repercute no bem-estar do coração.

Não Fumar

Do mesmo modo, não fumar é outra atitude fundamental para evitar o risco de doenças cardíacas, pois esse hábito danifica o revestimento das artérias, além de trazer graves consequências para o pulmão. Existem, enfim, diversos estudos científicos que mostraram evidências de que fumar é um dos principais fatores de risco para doenças coronárias, que podem resultar em ataques cardíacos.

Redução do Estresse

Reduzir o estresse pode ajudar a diminuir o risco de ataque cardíaco e derrame, sendo, em suma, de grande importância para se cuidar do coração. O estresse, além de estar associado à hipertensão, expõe igualmente nosso corpo a níveis elevados de hormônios, o que pode trazer vários prejuízos ao organismo como um todo.

Existem algumas maneiras para tentar reduzir o estresse e evitar que afete diretamente a nossa saúde, como, por exemplo, tentar dormir bem, ter momentos de lazer ou, como já mencionamos, criar o hábito de fazer exercícios físicos. Algumas pessoas também utilizam exercícios respiratórios e meditação para controlar o estresse.

Consultas Regulares

Contudo, é importante também diagnosticar e tratar os indivíduos doentes. Portanto, é sempre necessário consultar periodicamente o cardiologista e fazer exames. Mesmo indivíduos sem histórico familiar de doenças cardiovasculares (componente genético) devem adotar essas medidas para reduzirem o risco de desenvolver essas doenças.

As doenças cardíacas, nos seus estágios iniciais, podem passar despercebidas pelas pessoas, dando, portanto, a impressão de que não existe nada errado. Assim, ao fazemos exames regulares, aumenta a chance de diagnóstico precoce, bem como de iniciar tratamento mais cedo.

Mesmo os indivíduos que praticam atividade física, seja por lazer ou profissionalmente, devem ter um acompanhamento cardiológico. O exercício físico, como dissemos, traz inúmeros benefícios para a saúde, principalmente a saúde cardiovascular. Entretanto, isso não significa que o individuo não possa desenvolver algum tipo de doença – daí a importância do acompanhamento.

Muitos pacientes não sofrem apenas de doença cardíaca. Os idosos, principalmente, podem desenvolver também outros problemas de saúde.

Conclusão

A Vicci compreende a importância de cuidar do coração, e por isso disponibiliza uma equipe médica com diversos especialistas de apoio, como, por exemplo, cardiologista, ortopedistas, reumatologistas e nutrólogos.

A Vicci também conta com uma equipe multidisciplinar, como nutricionistas que poderão orientar você em relação a uma dieta saudável para seu coração, bem como fisioterapeutas e especialistas em medicina esportiva, que podem indicar os melhores exercícios físicos para cada caso individual.

Em suma, todos atuam de maneira integrativa, para atender o paciente de forma ampla e completa.

Entre em contato

Leave a comment