Skip links
Cuidados com a saúde no verão: 5 dicas para ter mais qualidade de vida

Cuidados com a saúde no verão: Sintomas de insolação como tratar

Calor, férias, festas de fim de ano, carnaval. Todos esses elementos estão presentes em uma estação aqui no Brasil: o verão. Marcada pelo período que compreende os meses de dezembro e março, a estação marca viagens e comemorações. No entanto, também existem alguns cuidados com a saúde no verão que não podem ser esquecidos.

A estação mais quente do ano exige uma série de rotinas diferentes, afinal, questões como hidratação, proteção aos raios solares, controle da alimentação e até problemas respiratórios são levantadas nessa época do ano.

Ao longo deste conteúdo você encontra 5 dicas simples e práticas para cuidar da sua saúde no verão e não abrir mão da qualidade de vida durante a estação mais quente do ano. 

Quais as características do verão?

Antes de passarmos por essas dicas, vamos apresentar algumas características. Esses detalhes serão fundamentais para que você entenda os motivos pelos quais cada cuidado é necessário.

A principal característica do verão é o fato de, tradicionalmente, ser marcado pelo período do ano em que são registradas as temperaturas mais altas. Além disso, os dias são mais longos e há maior incidência de chuvas, sobretudo tempestades.

Esses detalhes são importantes sobretudo para aquelas pessoas que desejam colocar o nível de vitamina D em dia, afinal, a exposição aos raios solares é a principal forma de estimular a produção deste hormônio. Temos um conteúdo explicando as vantagens dessa vitamina para o organismo e principalmente para os músculos, vale a pena conferir. 

5 dicas de cuidados com a saúde no verão 

A seguir, vamos apresentar 5 dicas bem simples para você redobrar a atenção com sua saúde no verão, garantindo qualidade de vida e aproveitando esses dias mais longos e as temperaturas mais elevadas sem comprometer seu bem-estar. 

1. Saúde no verão está relacionada com uma boa hidratação

A primeira dica é beber muita água e redobrar o cuidado com a hidratação. Manter o corpo hidratado é algo essencial para vários fatores. Entre eles podemos destacar o cuidado com a pele, evitar situações como desmaios por desidratação, controlar a sensação de fome, entre outros.

Durante o verão, com a elevação das temperaturas, há uma tendência de maior transpiração, fato que pode levar a um quadro de desidratação. 

Portar uma garrafa de água ou mesmo incluir o consumo de sucos naturais e água de coco com mais frequência são ações que contribuem para esse objetivo. 

Especialistas afirmam que é necessário consumir, pelo menos, 2 litros e meio de água por dia. No entanto, já falamos aqui sobre o quanto esse cálculo depende de algumas variáveis, como rotina, peso e composição corporal de cada pessoa.

Durante o verão, colocar uma meta diária de consumo de água pode ser uma ótima fórmula para estimular seu corpo. Para isso, o caminho mais seguro é consultar um nutricionista e entender o quanto de líquido seu corpo precisa.

No entanto, para começar, o ideal é reforçar a ingestão de água, sobretudo em dias muito quentes e em momentos de muita transpiração, como durante práticas esportivas. 

2. Saúde no verão e atenção ao cansaço durante a prática esportiva

A segunda dica é bem simples: entenda os sinais de cansaço do seu corpo. O aumento da temperatura é um fator que precisa ser considerado durante as práticas esportivas realizadas durante o verão.

Como falamos, há o aumento da transpiração, o que aumenta a necessidade de hidratação. Porém, outros fatores também precisam estar no radar de atletas e esportistas, sobretudo quando olhamos para quadros de lesões e cansaço.

Atividades realizadas ao ar livre, por exemplo, precisam levar em conta que o sol forte e o calor podem causar quadros de mal-estar. A elevação da temperatura do corpo, alinhada à temperatura externa pode elevar os riscos dessas situações, por isso, cuidado com a intensidade e com o horário dessas práticas.

Entender sobre a temperatura, levar sempre água e cuidar da alimentação são passos simples para evitar essas situações. Por fim, sempre fique de olho nos sinais do seu corpo, afinal,é possível entender quando é um teste de limites e quando é preciso uma pausa. 

3. Cuide bem da sua alimentação durante o verão 

O calor exerce um papel essencial no processo de gasto de energia no corpo humano. Temperaturas mais quentes normalmente reduzem o gasto de energia do corpo humano, afinal, diferentemente do inverno, não há a necessidade de manter a temperatura do corpo. 

Por outro lado, podemos entender que as temperaturas mais altas aumentam a dificuldade do corpo processar alimentos. Essas duas características são importantes para destacarmos a necessidade de manter um plano alimentar focado em alimentos mais leves durante o verão.

Controlar o consumo de alimentos gordurosos e refeições pesadas é uma boa prática. Além disso, priorizar frutas, verduras, vegetais e alimentos ricos em vitaminas é sempre um bom caminho. 

Por fim, ainda sobre o verão e alimentação é preciso dizer que durante essa época é preciso também ter cuidado quando a quadros de intoxicação alimentar. As temperaturas altas comprometem a conservação de alimentos e aumentam a proliferação de microorganismos. 

4. Use filtro solar 

Em um texto muito compartilhado na Internet, o autor afirma que a única dica que deixa para as gerações futuras é o uso do filtro solar. Quando olhamos para o verão, essa dica faz ainda mais sentido, afinal, estamos mais expostos aos raios solares.

Durante o verão, há uma tendência natural de procurarmos mais eventos ao ar livre. Praias, cachoeiras, clubes e piscinas ficam concorridas e aumentam a exposição aos raios solares.

Nessas ocasiões, a dica é sempre abusar do protetor solar. Retocar a cada duas horas é uma dica compartilhada por dermatologistas, sobretudo quando há o contato com a água

Porém, o cuidado também deve ser lembrado no dia a dia. Seja indo para o trabalho ou durante uma volta, passar o filtro solar é algo essencial para evitar doenças de pele e mesmo quadros de insolação. 

5. Mantenha-se ativo para cuidar da sua saúde no verão

Por fim, a 5° dica é: não deixar de praticar exercícios. As temperaturas altas e o calor excessivo podem gerar uma sensação de desânimo e cansaço natural. No entanto, essas sensações não podem fazer com que você fique inativo.

Exercitar o corpo é fundamental para manter uma rotina equilibrada, controlar o sobrepeso, gerar sensação de bem-estar, contribuir para o funcionamento de todo seu organismo e dar disposição para outras atividades.

Por isso, deixando esse desânimo de lado, a dica é escolher bem os horários para as práticas esportivas. Além disso, lembrar de utilizar roupas mais leves e claras e procurar atividades de intensidade moderada que podem te ajudar no primeiro momento.

Quanto aos horários, o começo da manhã e o fim da tarde são os períodos do dia mais indicados, afinal, são os momentos em que o sol está mais agradável e as temperaturas mais controladas.

Leia também sobre como manter a rotina de treino em épocas festivas, Aqui!

Como falamos, a hidratação e o entendimento sobre os sinais do seu corpo são outros pontos importantes. Conhecer os perigos do verão também é algo crucial, e a seguir vamos focar no maior deles, a insolação! 

O que é insolação?

A insolação é uma condição de saúde que ocorre devido à exposição excessiva e prolongada ao calor e ao sol, levando a um aumento perigoso da temperatura corporal. É uma forma grave de lesão causada pelo calor e pode ser potencialmente fatal se não for tratada rapidamente. A insolação ocorre quando o corpo não consegue dissipar o calor de maneira eficaz e a temperatura interna sobe para níveis perigosamente altos. A insolação é uma condição grave que requer atenção médica imediata, para evitá-la você precisa entender os sintomas e se precaver.

caso grave de insolação
Segundo matéria da CNN “De acordo com o médico, as altas temperaturas trazem consequências mais graves para grupos mais suscetíveis, como idosos, crianças e trabalhadores braçais. O cardiologista chamou a atenção para quadros de insolação, que, em situações graves, “têm alta mortalidade.”

Sintomas de insolação

A insolação é uma condição séria causada pela exposição prolongada ao calor e ao sol, e seus sintomas podem variar de leves a graves. Os principais sintomas de insolação incluem:

  1. Calor intenso: A exposição prolongada ao sol e ao calor excessivo é um fator desencadeante da insolação. O dia deve estar especialmente quente para que ocorra.
  2. Temperatura corporal elevada: Aumento significativo da temperatura corporal, geralmente acima de 40°C (104°F).
  3. Pele quente e seca: A pele fica quente, vermelha e seca ao toque, sem suor ou com uma sudorese muito reduzida.
  4. Dor de cabeça: Uma forte dor de cabeça é comum em casos de insolação.
  5. Tontura e confusão: A pessoa pode sentir tontura, desorientação, confusão mental ou até mesmo delírio.
  6. Náuseas e vômitos: A insolação pode causar náuseas, vômitos e desconforto gastrointestinal.
  7. Pulso rápido e forte: O pulso pode acelerar (taquicardia) e tornar-se forte e irregular.
  8. Respiração rápida: A respiração pode tornar-se rápida e superficial.
  9. Fraqueza muscular: A pessoa pode sentir fraqueza muscular e câimbras.
  10. Perda de consciência: Em casos graves, a insolação pode levar à perda de consciência, convulsões e coma.

É importante notar que a insolação é uma emergência médica e deve ser tratada imediatamente. A insolação grave pode ser potencialmente fatal se não tratada adequadamente. Portanto, não subestime os sintomas e tome medidas rápidas para proteger a saúde da pessoa afetada. Se alguém apresentar sintomas de insolação, é fundamental saber como lidar com essa situação e procurar ajuda médica imediatamente.

Como cuidar de insolação

A insolação é uma condição séria que ocorre quando o corpo superaquece devido à exposição prolongada ao sol e à falta de hidratação adequada. Aqui estão algumas medidas de cuidados que podem ser tomadas em caso de suspeita de insolação:

  • Mude para um local mais fresco: Se você ou alguém estiver com insolação, a primeira medida é sair do sol imediatamente. Procure uma sombra ou um ambiente com ar-condicionado.
  • Hidrate-se: Beba água ou líquidos isotônicos para repor os fluidos perdidos. Evite álcool e cafeína, pois eles podem desidratar ainda mais o corpo.
  • Resfrie-se: Use compressas úmidas e frias ou tome um banho frio para reduzir a temperatura corporal. Ventiladores ou ar-condicionado também podem ajudar.
  • Descanse: Deite-se em um local fresco e confortável, com a cabeça ligeiramente elevada.
  • Remova roupas em excesso: Se possível, retire roupas em excesso para ajudar o corpo a resfriar-se.
  • Use protetor solar: Evite futuras insolações usando protetor solar, chapéus e roupas de manga longa quando estiver ao sol.
  • Evite atividades físicas: Descanse e evite exercícios físicos extenuantes até se recuperar completamente.
  • Procure ajuda médica: Se os sintomas da insolação forem graves, como confusão, náuseas persistentes, vômitos ou desmaio, é importante buscar atendimento médico imediatamente. A insolação grave pode ser perigosa e requer tratamento médico.

Lembre-se de que a insolação é uma condição séria que requer cuidados imediatos. A prevenção é a melhor abordagem, evitando a exposição excessiva ao sol e mantendo-se hidratado em climas quentes. Se você ou alguém ao seu redor estiver sofrendo de insolação, é fundamental agir rapidamente para garantir uma recuperação segura.

Aqui em nosso Blog você encontra dicas e informações importantes para sua qualidade de vida e cuidados com a saúde no verão. Conteúdos como este sobre como manter a saúde no verão estão disponíveis para que você tenha uma rotina mais saudável, por isso, conte com nossos materiais. E se precisar da ajuda de um profissional, conte com nosso corpo clínico para te auxiliar a ter cuidados com a saúde no verão de forma eficiente.

Entre em contato 

Leave a comment