Skip links
Especial Copa do Mundo: 4 principais lesões no futebol

Especial Copa do Mundo: 4 principais lesões no futebol

A Copa do Mundo do Qatar está acontecendo e por isso vamos falar sobre as principais lesões no futebol. Isso quer dizer que, ao longo deste conteúdo, você vai entender sobre as lesões musculares, lesões de ligamentos e torções mais frequentes na prática deste esporte, passando também por algumas dicas para evitá-las. 

Que o futebol é o esporte mais praticado no Brasil isso ninguém dúvida. Agora, o que pouca gente sabe é que esse é o desporto mais praticado em todo o mundo, para você ter a ideia, a FIFA (Federação Internacional de Associações de Futebol) calcula que o número de jogadores, amadores e profissionais, seja algo perto de 30,5 milhões em todo o mundo. 

É claro que este número não leva em conta a função do esporte como lazer, ou seja, quem joga futebol com os amigos. No entanto, mesmo entre esses praticantes, o número de lesões é alto, afinal é um esporte de contato. Por isso, vamos explicar quais as lesões mais comuns durante essa prática. 

Quais são as principais lesões no futebol 

Para que possamos entender exatamente como funciona a natureza das lesões no futebol, vamos recorrer a um estudo feito pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) que determinou que entre jogadores profissionais, o ranking de lesões é composto por:

  • Lesões musculares. 
  • Lesões por choque entre jogadores (contusões). 
  • Torções. 

A seguir, vamos apresentar alguns detalhes sobre algumas dessas lesões no futebol e também algumas dicas para prevenir e para se recuperar dessas situações, confira:

1. Lesões de ligamento no joelho 

As lesões no joelho, certamente estão entre as mais comuns entre os praticantes de futebol, seja de forma profissional, amadora ou mesmo recreacional. O motivo pode estar relacionado à natureza do esporte, afinal, envolve ações constantes de mudança de direção, demandando movimentos de rotação executados pelo joelho. 

Alinhando a estes movimentos, percebemos um número alto de contatos, que tendem a fazer com que o joelho seja forçado, visto que a um impacto e deslocamento do pé fixado no chão e do ponto de contato. 

Por conta destes detalhes, lesões como o rompimento de ligamentos do joelho, sobretudo o ligamento cruzado anterior e o ligamento colateral-tibial, acontecem com frequência. 

2. Lesões musculares na coxa

O segundo tipo de lesão mais comum durante a prática do futebol são as lesões nos músculos da perna, mais precisamente na coxa. O estiramento muscular é muito comum entre jogadores de futebol, visto que pode acontecer quando o movimento de chute não é uniforme ou mesmo durante uma corrida de alta intensidade, ação muito presente nessa prática. 

Ao executar um movimento de chute, o músculo quadríceps da coxa está contraído, movimento responsável por gerar a força necessária para chutar a bola. Assim, ao finalizar o movimento, temos como resultado a contratura muscular ou mesmo o ligamento dessa estrutura, levando à lesão. 

3. Lesões no tornozelo

O tornozelo é uma das regiões mais afetadas pelo futebol, afinal, está no centro de disputas pela bola, sendo o grande responsável pelos chutes. Por conta disso, lesões como entorses e rompimento dos ligamentos são comuns. 

Elas acontecem devido a pancadas do futebol, pisadas em falso ou mesmo em decorrência do estado do campo ou quadra. Por isso, é sempre importante adotar ações como o fortalecimento muscular, uso de calçados apropriados e recuperação correta, sobretudo após um impacto intenso no tornozelo. 

4. Lesões no futebol por fratura

Quedas, impactos fortes ou movimentos violentos são os principais responsáveis por lesões que representam fraturas em ossos. Por conta da característica do futebol, essas lesões acontecem com certa frequência, sobretudo em ossos dos braços, visto que são utilizados para suavizar quedas. 

A fratura por estresse também pode acontecer. Neste caso, estão associadas ao movimento repetitivo e ao aumento de carga durante a prática. 

Como evitar as lesões no futebol

Agora que você sabe que o joelho, a coxa e o tornozelo são as principais áreas envolvidas em lesões no futebol, vamos deixar 5 dicas simples para evitar lesões, principalmente para praticantes do futebol como recreação. 

1. Fazer fortalecimento muscular

O fortalecimento muscular é fundamental para a prevenção de lesões musculares no futebol, visto que é a forma de preparar e condicionar seus músculos para movimentos e para o exercício como um todo. 

Além de ser fundamental para evitar lesões musculares, como estiramento muscular, o fortalecimento também é importante para preparar seu corpo para pancadas, criando maior resistência.

Além de exercícios focados no fortalecimento muscular, ações para aumentar e melhorar a flexibilidade também são importantes, visto que a biomecânica do futebol faz desse esporte um exercício dinâmico, ou seja, que utiliza vários músculos e estruturas corporais durante a prática. 

2. Ter regularidade

Quando olhamos para o cenário dos praticantes de futebol, sabemos que muitas pessoas possuem grupos de amigos que se encontram uma vez por semana para uma partida, as tradicionais “peladas”. 

Nesses casos, manter a regularidade é essencial, afinal, boa parte das lesões acontecem por causa da falta de condicionamento físico e preparo do corpo para a atividade física. 

3. Fazer aquecimento antes de começar a jogar

Antes de iniciar a prática esportiva, é fundamental separar um momento para um aquecimento. Esse processo é importante para preparar seu corpo para os movimentos que serão exigidos a seguir, evitando assim lesões musculares, por exemplo. 

4. Usar equipamentos adequados 

O uso de equipamentos corretos é essencial para evitar lesões no futebol. Começando pelas chuteiras, esse calçado deve ser confortável e gerar segurança para as pisadas e para a fixação no chão, visto que um pé oferece suporte para o outro durante os movimentos. 

Além disso, o uso de caneleiras, tornozeleiras e joelheiras também é importante. Esses últimos dois, são indicados em casos de pessoas que já contam com histórico de torções e lesões no joelho ou tornozelo. 

5. Acompanhamento personalizado

Por fim, uma dica importante para evitar lesões durante os jogos de futebol passa pelo acompanhamento de uma equipe de profissionais responsável por analisar o desempenho do seu corpo e criar ações para evitar esses problemas. 

Esse procedimento passa por um acompanhamento com um ortopedista, capaz de analisar a performance muscular e identificar possíveis complicações na musculatura ou nas articulações que podem desenvolver para uma lesão. 

A partir disso, pode-se contar com um profissional de educação física e mesmo ter acesso a algumas sessões de fisioterapia. O primeiro é importante para o fortalecimento muscular e para o tratamento localizado, já o segundo é importante para o tratamento dessas complicações antes das lesões. 

Mesmo assim, as lesões no futebol vão acontecer

Existe uma máxima que “futebol é um esporte de contato”, isso quer dizer que choques, pancadas e impactos acontecem a qualquer momento, aumentando a probabilidade de lesões.

Assim, contar com um acompanhamento médico, passando por exames e monitoramento é fundamental para que as lesões não sejam mais sérias. Afinal, tão importante quanto o processo de evitar essas lesões é o tratamento e o acompanhamento para voltar ao jogo. 

Aqui na Clínica Vicci, você encontra uma equipe preparada para te ajudar a tratar lesões causadas pelo futebol e também para ter uma rotina com mais saúde e qualidade de vida para praticar seu esporte favorito.

Entre em contato

Leave a comment