Skip links
O que é Escoliose

O que é Escoliose? Conheça os sintomas e causas

Introdução

O que é Escoliose e como corrigir esse problema que acomete crianças, adolescentes e até mesmo adultos é nosso foco neste texto.

Escoliose é a deformidade mais comum da coluna vertebral, conforme aponta o Dr. André Castilho. É uma alteração multifatorial, com componentes genéticos, musculares, neurológicos e ambientais, como explicado pela fisioterapeuta Isabella Campolina.

A deformidade é tridimensional (3D), caracterizada por rotação vertebral, inclinação lateral e diminuição das curvas fisiológicas da coluna vertebral.

Sinais da Escoliose

Na maioria das vezes, a Escoliose não é perceptível até que se inicie a puberdade, período em que acontece, enfim, o aparecimento e a progressão da deformidade que normalmente pais, professores ou pediatras observam.

Alguns sinais que podem levar à suspeita da existência de uma Escoliose são, por exemplo, ombros desiguais, fazendo com que uma escápula (omoplata) pareça mais proeminente do que a outra, bem como a cintura irregular, com um lado do quadril mais alto que o outro.

A maioria dos casos de Escoliose, é leve; contudo, algumas deformidades da coluna vertebral continuam a ficar mais graves à medida que as crianças crescem.

Casos mais Graves

Por exemplo, um aspecto perceptível dessa progressão acontece quando a curva da Escoliose piora. Consequentemente, a coluna também gira, além de se curvar para os lados. Em outras palavras, isso faz com que as costelas de um lado do corpo fiquem mais salientes do que do outro lado.

Uma Escoliose grave pode, portanto, ser incapacitante. Em casos extremos, curvas acima de 100 graus podem diminuir o espaço dentro do tórax, resultando em funcionamento precário dos pulmões.

Importância do Diagnóstico Precoce

“Por isso é importante a conscientização dos responsáveis, dos pais, para ter um diagnóstico mais precoce”, ressalta a fisioterapeuta Isabella Campolina.

Curvas leves, no entanto, podem se desenvolver sem que os pais, responsáveis ou a criança percebam. Usualmente, essas curvas aparecem de forma gradual e, em geral, não causam dor. Professores e amigos podem ser os primeiros a notar a Escoliose de uma criança.

Embora tanto meninos quanto meninas desenvolvam Escoliose, as meninas possuem um risco consideravelmente maior de piora da curva e de necessitarem de tratamento. A taxa de acometimento em meninas pode chegar a ser oito vezes maior, como informa o Dr. André Castilho.

Tratamento

A identificação precoce da Escoliose permite o tratamento clínico com fisioterapia específica e uso de colete para ajudar no tratamento da deformidade, evitando a progressão da Escoliose e a necessidade de cirurgia.

A fisioterapia é utilizada para restringir a progressão da curva e até mesmo melhorar essas rotações tridimensionais. O tratamento compreende a correção no plano axial e lateral combinada com exercícios específicos, trabalhando de maneira organizada para reduzir a curvatura e, principalmente, evitar a progressão da curva.

Conclusão

Caso perceba sinais ou sintomas de Escoliose em seu filho, procure ajuda o quanto antes. Nossa equipe, aqui na Clínica Vicci, conta com profissionais de alto nível, especializados na avaliação e no tratamento da Escoliose.

O nosso compromisso é com o seu bem-estar, e o que nos move é o seu resultado. O todo, é a soma de todas as partes. Conte conosco para te ajudar!

Entre em contato

 

Leave a comment